Convidados casamentoTenha dicas de como recepcionar bem seus convidados no casamento.

A cerimônia e a festa de casamento são ocasiões especiais, de celebração e comemoração. Mas na verdade os noivos não aproveitam tanto de todo esse ritual, sendo que entre provas, ensaios e planejamento, quando a festa em si tem início o casal já está exausto. Mas logicamente eles superam o cansaço e dançam, cumprimentam e são só sorrisos. Partes importantes desse dia não podem ser esquecidas, como a obrigação da atenção aos convidados, principalmente aqueles que da família e amigos mais próximos ao casal.

 

Há prioridades na atenção aos convidados?

Em toda a situação que não há um manual ou um protocolo estabelecido, o bom senso deve reinar soberano. Por isso os noivos devem ficar atentos à conduta geral na festa, para que não haja nenhum sentimento desagradável ou qualquer imagem ruim, num dia tão especial e planejado para tanta alegria. A atenção aos convidados é uma espécie de obrigação, mas que nenhum noivo ou noiva vai cumprir sem o maior prazer do mundo. Claro que tudo isso cansa.

A maratona de fotos e sorrisos é de deixar qualquer ser humano exausto, mas nessa ocasião tão especial a contenção do mau-humor deve ser mantida. Mas pense nos convidados do casamento que precisam de mais atenção. Eles são os parentes mais próximos, como os pais dos noivos, irmãos e cunhados, e os amigos mais chegados e que participaram ativamente da preparação do evento, bem como da vida do casal nas dificuldades vencidas até aquele dia. Mas há parentes que viajam horas, tios que venceram o medo de avião, padrinhos que juntaram as economias para estarem presentes nesse momento tão especial.

Então, nessa hora de badalação e champagne, eles são a prioridade. Não em grau de importância, até porque os noivos sabem o papel de cada um, e que todos são importantes na vida e na felicidade dos dois. Mas em prioridade na lista de atenção, já que são os mais propensos a ser esquecidos e os que mais ficariam magoados caso isso acontecesse. Mães, irmãos e amigos próximos vão ser lembrados o tempo todo. Mas apenas esses parentes eventuais e convidados via sedex podem escolher uma mesa no final do salão e pensar depois que foram esquecidos pelos noivos.

 

Inconveniências e gafes

O ideal é que haja uma equipe o tempo todo acompanhando os noivos. Que seja um par de padrinhos mais o fotógrafo, ou uma equipe contratada para evitar contratempos. Mas parentes bêbados sempre querem dançar com a noiva quando não conseguem nem andar, arranjos caem nas mesas e velas se espatifam no chão, além de uma briga ou outra na disputa pelo buquê.

Os noivos não devem ter mais essa responsabilidade de cuidar dos eventuais contratempos no cerimonial. O papel dos noivos em imprevistos é de procurar outro lugar da festa onde possam sorrir para as fotos. Afinal, nada de muito grave acontece, e algumas risadas depois tudo estará resolvido.

Casamento::

Comentários

Tags: